4 de jul de 2011

Passado em Chamas

Hoje estive pensando, todos nós, sem excessão, passamos por muitas experiencias durante a vida, e isso independe de idade, cor, nacionalidade, opção sexual, etc. Sempre temos uma história pra contar, onde algumas são tristes, outras vitoriosas, mas todas servem para aprendermos um pouco mais.

Eu diria que sou uma pessoa muito apegada a coisas materiais, meio que coloco um sentimento nelas.

Quando digo materiais, me refiro as coisas mais simples, como um papel de bala ganhado de um amigo que não vejo a anos, asas de borboletas, recadinhos da escola, daqueles que os colegas passam quando o professor não está olhando, entre varias outras coisinhas.

Objetos que me remetem ao passado, me fazem voltar aqueles momentos maravilhosos e também aqueles que ninguem nem quer se lembrar de tão ruins.

Pensando em tudo isso, tudo aquilo que já passou, vi que são apenas objetos e que nem todos valem a pena serem guardados, só estão ali pelo simples motivo de ocuparem espaço, este que não é pouco..

E pensando mais ainda, resolvi queimar, no sentido literal da palavra, uma parte do meu passado, coisas que não irão me acrescentar em nada no futuro.

Confesso ter aprendido muito com o que já vivi e as experiencias com certeza irão permanecer, mas felizmente, vejo que não há necessidade de guardar coisas que acabam por ocupar o lugar de outras novas e melhores.

A partir disso, começo a construir novos ideiais, planos e sonhos... Continuarei guardando os papéis de bala, preservando junto a isso tudo o que for bom e o que não for, acabei por aprender que apenas levarei como experiencia, não haverão mais lembranças.

4 comentários:

Lethicia disse...

Agora entendo a unha queimada....:)
adoreii!!!!

Karina [ tђє.ฬ๏г๓ ] disse...

Nem me lembre esse detalhe..
tive que cortar as unhas por causa disso rsrs

e obrigada Lê (L

Wy disse...

O importante é vc guardar o que o material representou dentro de vc.
Ka.. _o_

Anônimo disse...

Para mim, pessoas que guardam "coisas" em lugares secretos ou lugares que não querem que outras pessoas encontrem são pessoas reprimidas e com um certo medo de se expor, expor suas idéias e sentimentos. Isso não é bom... o bom mesmo é viver o momento e colocar todo seu sentimento neles. Recordações valem a pena desde que não se prenda a elas. Experiências tiramos de tudo. Até se ficarmos dormindo o dia todo... Não sou do tipo que guarda papeis e recadinhos, sou do tipo que vive e deixa se levar. Guardo 4Gb em minha memória para as coisas ruins para poder recorrer aos arquivos e não cair no mesmo erro. Quando realmente aprendi com eles, deleto-os e cedo espaço para novas experiências... O resto da memória fica para a parte divertida da vida.... Recomendo que guarde apenas as "coisas" que te façam lembrar de momentos bons, e que compartilhe com as outras pessoas para que elas vejam o quanto vc é feliz. Deixe transparecer isso. Não te conheço como gostaria Karina, mas fico contente pela maturidade de selecionar melhor suas recordações...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...